Underground Bar completa dois anos

 

(Texto de Marcos Carvalho)

O bar mais underground de Anápolis comemora seu segundo ano de funcionamento, marcando época, fazendo a cabeça e os ouvidos de uma geração e entrando pra história como point de uma moçada que mistura intelectuais, rockeiros, gente descolada, hippies, e toda sorte de criatividade e diversidade que circula pela noite anapolina.

Underground pode significar “subterrâneo” e tem entre seus sentidos dar nome a expressões culturais que fogem dos padrões. Underground pode ser um ambiente com uma cultura diferente, que não segue modismos e geralmente não está na mídia. O movimento underground ou a cena underground são marcados por expressões culturais que ocupam espaço na cena urbana sem responder às expectativas dos movimentos conservadores.

O UNDERGROUND BAR é assim! É a casa de todas e todas! Um espaço criativo e o palco mais disputado da cidade. Por lá passam os nomes que ocupam o topo do ranking local e regional. O atendimento é considerado o melhor, Sandro, Rafael, Lester e Andressa não deixam a desejar numa parceria intimista e direta com a clientela, conhecem a maioria por nome, sabem os desejos e caprichos e manias que todos temos.

Lauro e Núbia levaram a parceria da vida para o balcão mais frequentado, fidelizam clientes que se tornam amigos pelo carisma e sinceridade no atendimento, pela gentileza e sabedoria na montagem de palcos e repertórios. Não há sábado sem Underground lotado, não há banda no palco sem gente dançando discretamente nos cantos, ou nada discretamente no hall principal.

Tem muita gente que de tão fixa fica famosa como Roberto, Waninha, Claudio e Stela, Muriel e Marco, e tem também gente circulando, procurando ambiente, rodando a cidade e fazendo ali seu ponto de parada, encontro de amigos, lugar de pensar a cidade, conhecer pessoas, fazer aquele rolê criativo e encontrar gente pensante!

Nesses dois anos o Underground se tornou o mais generoso e criativo cenário para uma moçada que adora a noite anapolina, que foge do sertanejo, que se levanta quando ouve “tempo perdido”, uma geral que sabe apreciar cervejas, amigos, diálogos e que faz do Underground o melhor espaço de encontros de Anápolis, afinal,  a vida é a arte do encontro!

 

 

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*