Baiana System a música que mexe

Foto: Mídia Ninja

Darcy Ribeiro, Bob Marley, Paulo Freire, Chico Science e Nação Zumbi com  grave do Dub batendo a mais de mil decibéis, eis o que dá pra se dizer sobre o Baiana System.

Já tinha assistido um show deles, terminei com tentando entender o que havia acontecido, agora depois de ver um segundo show, domingo no Bananada (e que evento!), entendi que era preciso tentar descrever o que acontece quando esses quatro baianos Russo Passapusso, Roberto Barreto SekoBass e Filipe Cartaxo, sobem ao palco

As rodas como principio fundamental, “é coisa de índio” como diz o vocalista Russo Passapusso, a forma mais democrática de se ensinar e aprender,se formam naturalmente a todo momento. É muito mais que um show de música, é uma manifestação cultural, ancestral, politica, de amor e respeito aos índios, negros, nordestinos e às mulheres uma ode para uma sociedade melhor.sobem ao palco.

O público, que é parte muito importante deste espetáculo, está sempre em movimento, parece que sempre indo à algum lugar, girando, se encontrando e retornando ao mesmo local do inicio, como em um ritual, marcado pelo som da guitarra baiana, um transe coletivo de paz e respeito se espalha.

Ouso a dizer que não houve viva alma que tenha ficada parada, porque Baiana System é isso, arte em movimento,  música que mexe, mexe com o corpo, com a cabeça, com os sentidos e com alma.

About Deryk santana 50 Articles
Gestor Cultural, Educador, Turismólogo e criador do Goianidades.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*