Caraca! Ela é irreverente, engraçada, alto-astral e super autêntica. Eloí Caetano resolveu inovar com seu conteúdo diário nas redes sociais.


Ela não é stand up, nem influencer digital como todos estamos acostumados. Eloí mostra seu dia-a-dia de uma forma diferente, irreverente mostrando o comportamento da sua família em relação às suas brincadeiras e sua mãe e seu esposo são seus maiores incentivadores e melhores figurantes em suas postagens.

Vamos conhecer mais um pouquinho desta influenciadora às avessas!

Eloí Caetano tem 25 anos, casada há dois anos e ainda não tem filhos. É estudante de recursos humanos concluindo o terceiro período, mora com sua mãe e trabalha em uma empresa tradicional na cidade de Anápolis como digitadora.

Porque resolveu ingressar no mundo digital, especialmente o instagram? Teve alguma inspiração especial?

Eloí- Sempre adorei gravar vídeos, até tenho um canal no YouTube, porém, a forma de interação com as pessoas pelo Instagram me fascina! A princípio ingressei apenas para acompanhar o movimento mesmo, mas depois fui me apaixonando cada dia mais pela plataforma.

O que sua família acha disso, principalmente seu esposo? Ele aceita bem a exposição?

Eloí- Minha família no início achava bem estranho e tinham medo de que a reação das pessoas não fosse positiva ao estilo dos vídeos que eu gravo, mas agora me apoiam bastante, até demais. Minha mãe, por exemplo, vive pedindo para as pessoas me seguirem e eu fico com muita vergonha! Já o meu esposo, apesar de ser muito tímido e reservado, se diverte bastante e me apoia também.

Você escolhe, planeja seus conteúdos diários para postar ou leva mais na brincadeira?

Eloí- Já criei alguns quadros para os meus Stories e gosto de manter, como por exemplo o “Desabafo da Elôh” e “Devocional da Elôh”, mas na maioria das vezes eu não planejo e costumo levar na brincadeira!

Qual sua graduação? Você pretende investir na carreira de media digital?

Eloí- Sou estudante do terceiro período de Recursos Humanos.
Não vou negar que gostaria muito de trabalhar com social media, mas gostaria que isso acontecesse de forma natural.
No entanto, pretendo investir na minha carreira profissional.

Optar por usar a rede social para falar de Deus foi pela influência religiosa que você tem ou você quis usar este canal de comunicação para auxiliar pessoas que te seguem e possam estar precisando?

Eloí- A minha fé em Deus faz parte da minha personalidade! Senti que precisava trazer isso para os meus vídeos e ajudar as pessoas de alguma forma. O retorno tem sido maravilhoso, já que muitas pessoas já me responderam dizendo que foram abençoadas de alguma forma. E isso me deixa extremamente grata e feliz.

Em quais os momentos você é diferente do que é no instagram e ter que se posicionar diferente te incomoda? As pessoas reclamam quando te vêem pessoalmente?

Eloí- Geralmente no trabalho, faculdade e igreja. Quando as pessoas que me seguem no Instagram, me vêem nesses locais elas têm uma leve decepção, elas esperam que eu esteja sempre sorrindo, falando alto, cantando e “fazendo graça”, o que nem sempre acontece, pois, preciso manter uma certa postura nessas situações.

Conte uma história divertida que te deixou de saia justa por causa do Instagram?

Eloí- Na verdade, pra me deixar de saia justa é bem difícil, já que costumo levar as coisas sempre na brincadeira! (Risos)
No início eu tentava esconder ao máximo de todo mundo que eu gravava vídeo. Até que um dia um garoto do meu trabalho mostrou um vídeo pro meu patrão em que eu estava dançando que nem uma louca, fiquei com muita vergonha e tentando me explicar pro meu patrão que até então não conhecia esse meu lado.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*