Festival Art Déco inédito no Brasil terá 9 dias de atividades culturais em Goiânia

O centro de Goiânia finalmente receberá a atenção que merece. Um dos mais importantes acervos Art Déco do mundo se encontra aqui e ganhará destaque no Goiânia Art Déco Festival, que acontece entre os dias 18 e 26 de maio. Exposições, artes, feira de antiguidades, design, moda, passeios guiados, palestras, mostra documental, debates, oficinas, música e várias outras atividades vão reunir todas as referências do estilo na capital durante o Festival. O evento é gratuito e acontecerá na Vila Cultural Cora Coralina, no Instituto Lato Sensu e no Instituto Federal de Goiás – Câmpus Goiânia, todos no setor central da Cidade.

O Festival apresentará ao mundo este patrimônio edificado construído na década de 30 e inspirado pelos ideais parisienses. O estilo marcou a arquitetura dos primeiros prédios da cidade, representando o progresso e a modernidade da nova capital. Goiânia tem 22 edificações em Art Déco tombadas pelo Instituto Nacional do Patrimônio Artístico Nacional.

Goiânia Art Déco Festival é o primeiro evento no Brasil e na América Latina com essa grandiosidade de atrações e representatividade cultural e artística. E está entre os maiores eventos mundiais referências nesse estilo, como o The Art Déco Weekend, de Miami (EUA) e Napier (Nova Zelândia), e o Art Déco de France, em Perpignan (França).

O evento é idealizado pela ONYGO, com patrocínio do Instituto Lato Sensu e apoio institucional da Vila Cultural Cora Coralina, Governo do Estado de Goiás, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEDUCE), Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Goiânia, SESC Goiás, Basileu França (ITEGO)e Prefeitura de Goiânia. Apoio cultural também da 588 Art Show, Castro’s Park Hotel, Prestígio Turismo, Cerveja Astúria, Clube de Veículos Antigos de Goiás (CVA), Luppa Criativa, Adba – Art Déco Argentina e UNIMED.

Museu Zoroastra Artiaga

Uma programação eclética

O Goiânia Art Déco Festival traz uma programação abrangente para todo tipo de público. Quem gosta de artes, antiguidades e design, o evento oferece exposições de antiquários e artistas criativos locais, além de mostra de carros antigos.

Palestras e debates sobre as influências do Art Déco em Goiânia, no Brasil e no mundo, são as principais atrações do evento. Para falar do assunto, a arquiteta argentina Adriana Elvira Piastrellini, especialista em Art Déco Internacional, vem a Goiânia expor e tratar do estilo, especialmente, nas Américas. A arquiteta é fundadora e presidente da associação Art Déco da Argentina, coordenadora de projetos do estilo em Buenos Aires e membro do ICADS – Confederação Internacional de Sociedade Art Déco. Na abordagem nacional e goianiense sobre o tema, temos nomes importantes como: Andrey Schlee, Fernanda Goulart, Ana Maria Diniz, Gustavo Neiva, Marcos Gouvêa, Washigton Sousa e outros. E também diversos representantes de entidades como CAU, CREA, IPHAN e outros.

A oficina de desenho e exposição coordenada pelo professor e arquiteto Fernando Simon, destaca a arte do “urban sketch”, para ilustrar o evento com os croquis e esquetes dos edifícios do centro da Cidade. Outro importante momento também direcionado aos prédios Art Déco de Goiânia, são os do arquiteto Rodolpho Furtado, em sua exposição “Pigmentos”. Mais uma oficina, agora de cerveja, que chamará a atenção do público, acontece com o mestre cervejeiro Edmílson, onde a publicidade está voltada para o nosso patrimônio. Diversas exposições, entre antiguidades, moda e fotografias, documentários especiais sobre o tema e até Tatto Déco para quem adora arte old school na pele fazem parte da programação.

Os passeios não ficam de fora desse Festival. Quem quiser conhecer um pouco mais da cidade e do acervo arquitetônico, são muitas as oportunidades:  passeios artísticos à pé, ciclísticos e em ônibus com uma equipe de guias de especialistas, vão fazer as pessoas observarem a Cidade com outros olhos.

Capitais Art Déco

Os principais acervos deste estilo no Brasil concentram-se no Rio de Janeiro, em São Paulo e na nossa capital Goiânia. Há também importantes exemplos em Campo Grande, com a obra do arquiteto Frederico Urlass; em Belo Horizonte ou Juiz de Fora, nos projetos do arquiteto Raphael Arcuri, e em Porto Alegre, na Avenida Farrapos.

Em Goiânia, os acervos Art Déco se encontram no centro da capital e no setor Campinas. O “Teatro Goiânia” e a “Estação Ferroviária” são exemplos marcantes de monumentos neste estilo, similares aos antigos teatros odeons ingleses. Ambos os prédios goianos foram tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Outros patrimônios Art Déco de destaque na capital são o “Relógio” da Avenida Goiás e a “Mureta” (guarda-corpo) do Lago das Rosas, que possuem relevos muitos expressivos característicos do estilo arquitetônico da década de 30. O traçado único foi baseado nos modelos franceses de ruas largas, lineares, com pracinhas e muito verde. Tal como é Goiânia hoje!

Confira a programação completa do Goiânia Art Déco Festival aqui.

CARTAZ OFICIAL DO EVENTO
Mariana Magalhaes
About Mariana Magalhaes 22 Articles
Jornalista por formação, especialista em Mídia, Informação e Cultura.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*