#JovensQueFazemADirefença Tadeu Costa – Pirenópolis

O GOIANIDADES apresentará uma série de jovens que fazem a diferença em Goiás. Começaremos pelo Tadeu Costa, de Pirenópolis.

 

Tadeu Ribeiro da Costa, sou jovem, tenho 29 anos, nasci em Pirenópolis, comecei minha participação comunitária através da Organização Não Governamental COEPi (Comunidade Educacional de Pirenópolis) onde aprendi, quando criança, a fazer quadros de mosaico e a exercitar minha consciência ambiental nos desfiles e oficinas do Bloco de carnaval Urgente Reciclar. Com a COEPi tive a oportunidade de conhecer realidades diferentes da minha, exercitar habilidades e fazer amigos para a vida toda.

 

Me graduei na primeira turma (2006-2010) do curso de Comunicação Social habilitação em Audiovisual pela Universidade Estadual de Goiás campus Laranjeiras-Goiânia onde tive a oportunidade de me tornar presidente por 2 mandatos consecutivos do Centro Acadêmico Sílvio de Medeiros. A minha decisão de me tornar presidente do C.A. veio em razão da falta de infraestrutura, necessidade de criar um espaço de representatividade dos estudantes, ausência de professores qualificados e concursados, uma direção da Unidade que não compreendia o que era o curso, a falta de equipamentos, a ausência de uma bibliografia básica e a falta de visibilidade do curso tanto a nível interno como a nível externo.

 

Com nossa atuação em prol do curso conseguimos conquistar visibilidade do curso, parceria com o Festival Internacional de Cinema Ambiental (FICA), abrir um canal de diálogo junto a Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis e dessa forma conseguimos viabilizar estágios remunerados para os estudantes do curso, fortalecer o curso internamente e externamente e principalmente estimularmos a permanência no curso dos estudantes pioneiros.

 

Tive a oportunidade de morar no Rio de Janeiro por conta do convênio do Ministério da Cultura com os Pontos de Cultura o que me permitiu ser bolsista junto de mais 26 representantes de todo o país, representando a COEPi, a oportunidade de fazer o curso de montagem de imagem e som da Escola de Cinema Darcy Ribeiro com duração de um ano e meio, iniciou em 2011 e concluiu em julho de 2012.

 

Essa experiência me colocou em contato com grandes diretores e montadores de filme, trabalhei como monitor como contrapartida pela bolsa conheci várias produções cinematográficas, conheci a realidade dos Pontos de Cultura, tive a oportunidade de conhecer a Comunidade da Formiga e a riqueza cultural dos moradores, tive a oportunidade de conhecer realidades onde o Poder Público não está presente e também a oportunidade de trabalhar em produções audiovisuais para canais por assinatura tanto a nível nacional como internacional.

 

Minha trajetória de militância em prol do meio ambiente e juventude iniciou como membro do Coletivo Jovem de Meio Ambiente de Pirenópolis, depois tive a oportunidade de coordenar o movimento na cidade de Pirenópolis, fui coordenador estadual do Coletivo Jovem de Meio Ambiente de Goiás escolhido dentro do Encontro Estadual da Juventude pelo Meio Ambiente e estou enquanto Articulador Nacional dos Coletivos Jovens de Meio Ambiente representando a região Centro-Oeste.

 

 

O Coletivo Jovem de Meio Ambiente foi um divisor em minha vida pois com ele compreendi a importância do trabalho coletivo e colaborativo, conheci muitas realidades nesse país continental, a necessidade de difundir os princípios e valores presentes no Tratado de Educação Ambiental para Sociedade Sustentáveis e Responsabilidade Global, organizei três edições da Mostra Socioambiental de Vídeos, percebi a importância do diálogo entre a sociedade civil e os governos na construção de políticas públicas, pude acompanhar e ser parte do processo da Conferência Nacional de Juventude sendo eleito delegado digital a partir de um aplicativo que foi utilizado como uma plataforma de sugestões da juventude.

 

A realização de ações como a “Cata Lixo no Morro do Frota” me fizeram compreender a falta de conexão entre o ser humano e o meio ambiente, participei e organizei encontros estaduais e nacionais com a temática da juventude e meio ambiente, participamos de ações de sensibilização para a importância do Cerrado e ações políticas e cidadãs na mobilização para realizarmos uma Assembleia Nacional Constituinte para debater a Reforma Política.

 

Outro ponto que me transformou foram os princípios acordados coletivamente dentro do Encontro Nacional dos Coletivos Jovens de Meio Ambiente tais como “jovem escolhe jovem”, “jovem educa jovem”, “jovem mobiliza jovem”, “jovem cuida de jovem”, “uma geração aprende com a outra” e “uma geração cuida da outra”.

Também fui selecionado para participar do Parlamento Nacional da Juventude pela Água representando o estado de Goiás, participei durante 2 anos aproximadamente do grupo. Com o PNJA tive a oportunidade de conhecer mais a temática da água, participei de simpósios, eventos preparatórios para o Fórum Mundial da Água e também do Fórum Alternativo Mundial da Água e conheci mais jovens do país.

 

Além disso tudo estou Diretor de Comunicação da COEPi onde sou um dos apresentadores do programa radiofônico “COEPi com você”, fui um dos idealizadores do clube do audiovisual, participei de produções audiovisuais que foram transmitidas em canal público. Coordeno o Núcleo de Multimídia e realizamos semanalmente o Cine COEPi, um cineclube interativo e integrativo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*