Vaca Amarela 17 anos de resistência cultural

Festival, que não tem nenhum apoio público e leis de incentivo, celebra os 30 anos do mais consagrado palco da música alternativa em Goiás, o Centro Cultural Martim Cererê, com atual safra da música nacional em shows como o pop efervescente de Letrux e o folk melódico de Rubel

Consolidado no calendário nacional entre os mais importantes festivais de música do País e um dos principais pilares da produção musical de Goiás, o Vaca Amarela chega à sua edição de 17 anos no dia 7 de setembro, no Centro Cultural Martim Cererê. Sem nenhuma lei de incentivo ou apoio público, o evento realizado pela Fósforo Cultural celebra o que existe de mais atual lançado nos últimos anos em diversas regiões brasileiras, entre rock, pop e MPB.

Do pop eletrônico de Letrux – projeto musical da cantora Letícia Novaes – que chega pela primeira vez na capital goiana com o disco Em Noite de Climao (2017), até o folk inspirado de Rubel com o elogiado trabalho Casas (2018), há muito o que se aprofundar na programação do Vaca Amarela. A promessa é de imersão sonora nos palcos do Martim Cererê.

Há ainda o rock goiano da Shotgun Wives, o pop rock de Branda, os brasilienses da Lupa, a explosão maculelê da Terra Cabula, o stoner da Sótão, entre outras bandas que prometem fazer um passeio pelo o que há de mais efervescente sendo produzido em Goiás e no País. Historicamente, nestes 17 anos, o Vaca Amarela sempre foi reduto e janela de bandas com estilos e gêneros mistos.

30 anos de Martim Cererê

De 17 edições realizadas ininterruptamente em Goiânia, sete foram produzidas no Centro Cultural Martim Cererê, que este ano comemora 30 anos durante o festival. Símbolo do crescimento do rock goiano na década de 1990, o Martim, palco de música e teatro, se tornou espaço de resistência e contracultura.

“O primeiro Vaca Amarela que produzi foi no Martim. Um dos meus primeiros shows com bandas foi também no espaço. Muitos primeiros trabalhos com produção cultural foram lá. O local já foi referência pra música  da cidade e hoje está quase abandonado. Tem uma boa gestão do Marco Antônini, mas não tem absolutamente nada de investimento do poder público. O Vaca acontecer lá neste ano é símbolo de resistência”, reflete o produtor cultural João Lucas Ribeiro, organizador do evento.

17 anos

O Vaca Amarela será realizado no dia 7 de setembro, no Martim Cererê. A abertura dos portões está programada para às 16h. Os ingressos já estão no segundo lote e custam R$ 25 (meia) e R$ 50 (inteira). O terceiro lote começará a ser vendido no dia 1 de setembro: R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira), todos pelo site: www.sympla.com.br/vacaamarela.

Programação completa

01:00 Letrux

00:00 Shotgun Wives

23:30 Bemti

23:00 Lupa

22:30 Branda

21:30 Rubel

21:00 Ros & Jors

20:30 Ypu

20:00 Caffeine Lullabies

19:30 Terra Cabula

19:00 Distoppia

18:30 Sótão

18:00 Caito

17:30 Evening

17:00 Hostil

16:30 União Clandestina

SERVICO

Festival Vaca Amarela -17 anos

Data: 7 de setembro

Local: Centro Cultural Martim Cerere, Tv. Bezerra de Menezes, Setor Sul, Goiania, Goiás, Brasil.

Ingressos: www.sympla.com.br/vacaamarela

Fonte: Agência Caja

About Deryk santana 54 Articles
Gestor Cultural, Educador, Turismólogo e criador do Goianidades.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*